Veja como incluir trabalhos antigos para se aposentar

O segurado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que começou a trabalhar cedo pode ter dor de cabeça ao tentar se aposentar.

Isso porque os períodos trabalhados antes de 1976 não constam no cadastro de contribuições do INSS, o Cnis.

Até essa época, o governo não tinha um arquivo unificado das informações dos trabalhadores e, por isso, muitos dados se perderam.

Porém, esses períodos de contribuição antigos podem ser comprovados pelo segurado e devem ser reconhecidos pelo órgão na hora da aposentadoria.

Eles não entram na conta do benefício, mas elevam o tempo total de contribuição, o que faz o segurado conseguir se aposentar antes e ajuda a aumentar o valor da renda mensal.

Para as contribuições que não estão no Cnis, o INSS deve aceitar a comprovação pela carteira de trabalho, explica a advogada Adriane Bramante.

Porém, é preciso que a carteira esteja bem cuidada e sem rasuras.